Empresas parceiras do Programa Formare realizam doações para ajudar no combate ao coronavírus

Beneficiando pessoas e instituições de todo o país, as doações vão de dinheiro a produtos de proteção e higiene

Com a pandemia do novo coronavírus cada dia mais preocupante, algumas ações de combate ao vírus se destacam. As empresas que fazem parte da rede do Programa Formare têm desenvolvido ações em busca das melhores práticas de proteção para os seus funcionários e ajudando as comunidades próximas. Confira abaixo alguns exemplos:

A Duratex S.A., empresa detentora das marcas Deca, Hydra, Duratex/Durafloor, Ceusa e Portinari, doou R$ 1 milhão para o Salvando Vidas, iniciativa do BNDES, que tem como objetivo arrecadar R$ 100 milhões para ajudar mais de mil hospitais filantrópicos do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, juntou-se a outras organizações para contribuir com materiais para hospitais de campanha e ações sociais, contabilizando R$ 10 milhões em doações.

A Schmersal criou a Vaquinha Schmersal, e com a ajuda de seus seguidores nas redes sociais e funcionários arrecadou R$ 9.420 (com as taxas do site de arrecadação ficou em R$ 8.856). A Schmersal arredondou a doação para R$ 10 mil e dobrou o valor para R$ 20 mil, possibilitando a doação de 66 cadeiras de acompanhantes para o Hospital São Luiz, e 234 cestas básicas para o Fundo Social de Boituva, cidade onde a empresa está sediada.

Já a L’Oréal Brasil, em parceria com o Projeto Velho Amigo, doou 2 mil unidades de álcool gel. Os produtos, produzidos pela própria empresa, beneficiaram 16 instituições, que atendem idosos em situação de vulnerabilidade social, próximas à fábrica da L’Oréal, na cidade de São Paulo. A Aliança Navegação e Logística também colaborou com a doação de produtos para higiene. A empresa apoiou a iniciativa #SafeHands da Organização Mundial da saúde (OMS) e se responsabilizou pela entrega de dois contêineres de doações de produtos de higiene disponibilizados pela Colgate-Palmolive. A doação foi destinada a Aldeias Infantis SOS Brasil, organização humanitária que luta pela garantia dos direitos das crianças, adolescentes e jovens em todo o Brasil.

A Aethra Group, empresa de sistemas automotivos, produziu máscaras de proteção, conhecidas como “face shields”, em impressoras 3D que fazem parte da área de prototipagem da empresa. Todo o material produzido foi doado para instituições de Minas Gerais. Já a Embraer, fabricante de aviões, anunciou a doação de 50 sistemas portáteis de controle biológico que ajuda na prevenção da propagação do coronavírus no ambiente hospitalar. Os materiais, que estão sendo fabricados pela Enebras, serão doados para hospitais públicos de Araraquara, Botucatu e São José dos Campos, no interior do estado de São Paulo.

Ao assumir o impacto social na comunidade em que estão inseridas, as empresas parceiras do Programa Formare fazem toda a diferença no combate ao Covid-19. Levando doações a hospitais públicos, pessoas desempregadas e famílias de baixa renda, as empresa atuam para minimizar os danos na sociedade, saúde e economia.

 

Continue acompanhando as redes sociais e o site do Programa Formare para saber mais ações de empresas parceiras no combate ao coronavírus.