Alunos do Formare na Santos Brasil iniciam aulas a distância

Para garantir que os alunos do programa Formare continuem o processo de ensino e aprendizagem diário, mesmo em meio ao distanciamento social causado pelo enfrentamento à disseminação do novo coronavírus (Covid-19), a Santos Brasil, maior operadora portuária e logística da América do Sul, e a Fundação Iochpe readequaram as aulas  teóricas, que passaram a ser ministradas por meio de ensino remoto.

Para implantar as abordagens de ensino remoto, em conjunto com a Fundação Iochpe, a equipe de Sustentabilidade da Santos Brasil realizou uma série de estudos levando em consideração as necessidades e características dos jovens do Formare, cujo perfil socioeconômico exige um formato de ensino a distância diferente dos modelos tradicionais. O objetivo foi mapear a capacidade de acesso à internet e recursos de EAD destes alunos, além de entender a disponibilidade de interação entre os jovens. Junto a isso, também foram conduzidas pela Santos Brasil pesquisas individuais com os jovens e diálogos com outras empresas que também adotam o programa Formare.

A Fundação Iochpe elaborou uma estratégia de formação de jovens por aulas remotas, que não se limita a videoaulas, atendendo as particularidades dos alunos. As práticas de ensino também contam com outros aplicativos e recursos, como questionários, seminários, apresentações, entre outros.

Pioneiro no setor portuário, o Programa Formare na Santos Brasil, oferece a formação para jovens de 18 e 19 anos, provenientes de famílias em situação de desvantagem econômica e social, residentes em Guarujá, que estejam cursando o 3º ano do Ensino Médio ou que já tenham concluído a escola na rede pública do município.

A iniciativa está alinhada à diretriz da Companhia de apoiar ações de inclusão social, com ênfase em educação, promoção da cidadania e desenvolvimento da sociedade. Atende também a uma necessidade de todo setor portuário por novos profissionais qualificados e facilita a entrada destes jovens no mercado de trabalho. Como signatária do Pacto Global da ONU, a Santos Brasil está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de fomentar ações de inclusão social, com ênfase em educação, promoção da cidadania e desenvolvimento da sociedade. Atende também a uma necessidade de todo setor portuário por novos profissionais qualificados e facilita a entrada destes jovens no mercado de trabalho. “Apoiamos o programa Formare por mais de 10 anos, pois além de treinar e qualificar jovens das comunidades onde estamos inseridos, nossos educadores voluntários compartilham seu tempo e talento”, diz Béatrice de Toledo Dupuy, gerente de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da Santos Brasil.